Ensino Fundamental II

6º ao 9º ano

A aprendizagem é um processo contínuo de construção e se estabelece na resignificação de conhecimentos já adquiridos anteriormente. O saber de cada um é ponto de partida para a aquisição de novos conhecimentos para todo o grupo, com trocas coletivas de pesquisa e descobertas.

Projeto Político Pedagógico

No Ensino Fundamental II o aspecto mais relevante a se considerar é o da transformação das relações do adolescente.

A mudança na relação professor/alunos vivida até o 5º ano é motivo suficiente para causar certos descompassos na relação entre a autonomia solicitada dos alunos e a necessária autoridade dos diferentes professores das áreas.

Consequentemente, durante esse processo, cada professor é um mediador, que ajuda os alunos na organização das novas situações escolares para que possam ir construindo as condições de autogestão na continuidade da rotina de aulas diárias, mudanças de professor, de disciplina, restabelecendo rapidamente as condições de trabalho.

Cabe ao professor conquistar a confiança do aluno, apoiado pelo incentivo dado pela família. É em função disto que devem ser garantidas, desde o primeiro dia do aluno na escola, relações cordiais e sinceras entre pais e professores, o que proporcionará um sentimento de tranquilidade e de confiança para todos os envolvidos nessa convivênvia.

Crescidos, curiosos e muito mais organizados em relação às obrigações escolares e aos seus objetos, as crianças durante o Ensino Fundamental I ganham autonomia em relação aos adultos que os cercam. Já podem realizar muitas tarefas sozinhas e também serem ajudantes em outras situações. No entanto, essa autonomia é relativa. Já sabem o que podem e o que ainda não podem realizar sem os adultos e utilizam melhor a linguagem para falar e comunicar pensamentos, pedir informações e ajuda. Porém essas crianças em muitos e diferentes momentos ainda necessitam da experiência e apoio dos adultos para enfrentar situações com que se defrontam.

Lista de Materiais 2024